SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

RT SaeR - Junho de 2003

O que fica

Tempo de Incerteza

O conflito do Iraque, as reformas do Estado Social Europeu e os trabalhos constitucionais na UE, marcam o trimestre que ora finda. São correntes de uma crise global que acentuam a percepção de incerteza e de vulnerabilidade das sociedades modernas.

Estratégia de empresa

Dois Caminhos

A capacidade de liderança dos gestores pode ser muito mais importante do que as opções de política económica. Os casos da Alstom e da Nissan aí estão a confirmar a asserção.

União Europeia

Alargamento da UE e a estratégia das empresas portuguesas

O alargamento da União Europeia impõe um reajustamento urgente das estratégias de desenvolvimento das empresas nacionais.

Portugal, a política de coesão e a competitividade da União Europeia

O programa visando uma nova estratégia de modernização da União Europeia, conduzindo-a a novos patamares de competitividade com os seus parceiros a nível mundial, continua adiado. No último ECOFIN, bem como no Conselho de Ministros da Competitividade, mais uma vez foram retirados do debate os temas que levariam a decisões estratégicas.

Internacional

Liberalização dos serviços públicos na UE: um inquérito e um debate

Espanha

Avanço, mas muito lentamente

A economia espanhola continua, obviamente, influenciada pela incerteza internacional. Com o investimento paralisado, observam-se, contudo, factores positivos, inclusivamente em comparação com o resto dos países da União Europeia. O ritmo de crescimento é apreciável e as expectativas inflacionistas melhoraram.

Tema de Fundo

A globalização, os novos modelos de negócio e a competitividade das empresas portuguesas: O grande risco está em não mudar.

O mercado global obriga as empresas portuguesas a um novo enquadramento – difícil e de risco elevado. Todavia, o maior risco está em não haver uma verdadeira mudança, traduzida numa nova atitude empresarial, baseada em novos modelos e novas formas de fazer negócios.

Brasil

Governo Lula: Os primeiros seis meses

Com sinais contraditórios, o balanço dos primeiros seis meses do governo Lula pode considerar-se positivo. Quanto ao futuro, e não obstante alguns fundamentais preocupantes, há razões para um optimismo moderado.

Conjuntura Internacional

Retoma norte-americana deverá arrastar economia mundial

Conjuntura Portuguesa

Confiança no sector exportador

Apesar do agravamento da evolução negativa da actividade económica, no primeiro trimestre de 2003, há um indicador francamente favorável: o comércio externo.

Relatório Trimestral SaeR

Para adquirir o Relatório SaeR, por favor utilize o formulário abaixo:

 (*)
 
 
 
(*)
 
 
(*)
(*)
 (*)

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.
Consulte a nossa política de privacidade de dados.

Notícias

Clube SaeR

Aceda aos conteúdos exclusivos e receba regularmente a newsletter SaeR directamente na sua caixa de e-mail.

Contactos

Rua Luciano Cordeiro, 123 4º Esq.
1050-139 Lisboa
Portugal

Tel: +351 213 030 830
Fax: +351 213 030 839
E-mail: saer@saer.pt