SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

RT SaeR Dezembro 2013

Editorial

O que Fica

O Posicionamento e a Articulação entre a Economia e a Estratégia

O registo das crises bancárias do passado indica que as crises de dívida precisam de um período de ajustamento da ordem dos sete a nove anos - mas esses registos inserem-se em condições de funcionamento das economias muito diferentes das que se encontram hoje. Nas condições atuais da globalização competitiva, com liberdade de circulação de capitais e com assimetrias acentuadas entre as regiões de défices e as regiões de excedentes, uma crise de dívida não é só uma crise económica, implica também uma alteração no campo estratégico das relações entre os poderes, o que vai influenciar o modo como se poderá responder à instabilidade e à incerteza dessa crise.

Análise de Conjuntura

Incerteza, Volatilidade e Complexidade - A Nova Economia Global

O final do ano revelou uma economia global marcada pela incerteza, volatilidade e complexidade, apesar dos indicadores de crescimento registados. As perspetivas para a economia portuguesa estão alinhadas com este contexto.

Tema de Fundo

O Novo Quadro Comunitário de Apoio Financeiro para 2014-2020

O Acordo de Parceria com Portugal, no âmbito do novo Quadro Comunitário de Apoio Financeiro (2014-2020), terá um total de 19.058,5 milhões de euros, alocados aos vários fundos e distribuídos ao longo dos anos pelas diversas regiões do território continental e ilhas. A este montante deverá ser acrescida a verba de 7 mil milhões de euros, destinada à "Aquacultura - Desenvolvimento Rural", bem como 370 milhões de euros destinados a financiar projetos elegíveis pelo FEAMP (Fundo Europeu dos Assuntos do Mar e da Pesca). Ou seja, o total do ciclo financeiro 2014-2020 disponibiliza para Portugal cerca de 25,4 mil milhões de euros. A globalidade destas verbas será canalizada, como habitualmente, através do FEDER, FSE e Fundo de Coesão. Este envelope financeiro de cerca de 19 mil milhões de euros para Portugal insere-se no montante total da coesão para toda a UE, que atinge os 350 mil milhões de euros (mais de 80% destinados aos países do leste europeu).

Estratégia e Competitividade

Evolução Recente da Competitividade da Economia Portuguesa

A acumulação de vários desequilíbrios na economia portuguesa na última década e meia, manifestos na deterioração do seu saldo externo, reflete a evolução recente da competitividade da economia nacional. A alteração de rumo exige uma mudança progressiva mas consistente da estrutura empresarial nacional, no sentido de maior dimensão, massa crítica catalisadora de automação de procedimentos conducentes a ganhos de produtividade e progressos na competitividade a jusante.

Espaços Económicos e Geopolítica

Crescimento e Diversificação da Economia Angolana: desafios ao financiamento

A extensão das cadeias de valor de produção e a substituição progressiva das importações (máquinas, equipamentos, veículos e outros meios de transporte, produtos agrícolas, metais comuns e produtos alimentares, químicos, plásticos e borracha, entre outros) dará especial importância às infraestruturas, custos dos fatores, qualificação da mão-de-obra, produtividade, política fiscal e política aduaneira. Mas existem outros setores onde surgirão possibilidades de investimento, como infraestruturas e equipamentos sociais; serviços (turismo, hotelaria, restauração, novas tecnologias de informação e comunicação); todo o tipo de indústria ligeira e alguma indústria pesada (cimenteiras, siderurgias, minas e petroquímica, celulose). Neste quadro, novos desafios se colocam ao financiamento da economia.

Relatório Trimestral SaeR

Para adquirir o Relatório SaeR, por favor utilize o formulário abaixo:

 (*)
 
 
 
(*)
 
 
(*)
(*)
 (*)

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.
Consulte a nossa política de privacidade de dados.

Notícias

Clube SaeR

Aceda aos conteúdos exclusivos e receba regularmente a newsletter SaeR directamente na sua caixa de e-mail.

Contactos

Rua Luciano Cordeiro, 123 4º Esq.
1050-139 Lisboa
Portugal

Tel: +351 213 030 830
Fax: +351 213 030 839
E-mail: saer@saer.pt